Você e o autoconhecimento

Comportamento

Para nos autoconhecermos precisamos estar realmente dispostas meninas, pois identificaremos tanto aqueles aspectos positivos que amamos em nós mesmas, quanto aqueles negativos que não gostamos ou odiamos e, muitas vezes, tentamos deixar de lado por medo de não saber conviver com essa verdade, ou ainda, medo de não saber o que fazer. Porém, são exatamente esses que mais precisamos trabalhar para mudarmos.

Quando não nos conhecemos não sabemos o que realmente queremos e nos encontramos ouvindo e fazendo mais aquilo que os outros desejam, do que aquilo que NÓS desejamos.

Infelizmente, depois de anos nos encontramos insatisfeitas, infelizes, achando que a vida do outro é melhor que a nossa, que fizemos tudo errado, que fizemos tudo aquilo que aquele namoradinho quis e ele depois nos deu um “chute na bunda”. Ou seja, passamos a culpar o outro sendo que a culpa é nossa.

Eu poderia vir aqui e listar diversos exercícios de autoconhecimento, mas não existe um padrão que funcione igual para todo mundo. Comigo não foi assim, porque com vocês seriam?

Mas antes de qualquer recomendação de exercício, vocês precisam saber se realmente querem se conhecem melhor? Porque foi a essa pergunta que eu fiz para mim mesma quando me deparei em completa insatisfação e percebi que se eu não soubesse quem eu era, meu trabalho continuaria sendo péssimo, meu relacionamento continuaria sendo +ou- e, consequentemente, toda a minha vida.

Durante anos, eu achei uma grande baboseira esse tal do “autoconhecimento” e que funcionava perfeitamente para quem vendia livros de autoajuda, mas hoje digo, baboseira foi isso que pensei.

Listarei algumas coisas que vocês podem fazer, mas vou dividir com vocês também um pouquinho da minha experiência, para que vocês percebam que se vocês quiserem só existe uma regra: vontade. O restante são apenas caminhos.

comente!
voltar-top
Todos os Direitos
Reservados © 2016 TODA FEITA