Psicologia Feminina: Não Sei Me Vestir

Moda

Gosto muito de estudar acerca da psicologia feminina principalmente para me livrar de bloqueios que me impedem de ser uma mulher completa.

E por falar em bloqueios, digo que a moda pode inspirar, mas também é capaz de bloquear o fluxo criativo das mulheres na hora de criar um look.

Você pode rir da sentença acima pelo simples preconceito de achar que o mundo está dividido entre mulheres finas, elegantes que sabem se vestir e as bregas que não sabem combinar cores ou fazer sobreposições.

Prefiro acreditar que cada mulher é capaz de criar o seu look livremente, sem deixar se afetar pelos bloqueios.

Por falar em psicologia feminina, bloqueios criativos e psicológicos posso elencar alguns que não contribuem para uma boa apresentação feminina.

Inicialmente posso citar o mais comum que envolve ser quem você não é. Tentar se vestir como a amiga é um dos maiores problemas para quem não consegue se vestir bem.

É necessário que cada mulher entenda que cada indivíduo homem ou mulher tem um estilo próprio, que é um reflexo da sua personalidade. Sem esse entendimento torna-se impossível se vestir bem.

Você pode tentar se vestir tal qual sua amiga, comprar as mesmas peças, todavia, será impossível reproduzir com satisfação o look. É por isso que muitas mulheres se frustram ao tentar imitar o look de uma blogueira famosa.

A dica que posso dar é que você deve se inspirar na atitude de uma blogueira como a Thássia Naves, mas reproduzir integralmente a maneira de se vestir será uma grande perda de tempo, e a frustração levará ao bloqueio criativo.

É mais ou menos como colocar um cadeado em seu armário.

É por isso que muitas mulheres simplesmente abrem seu armário e não conseguem enxergar nada ou só conseguem ver tudo que não querem mais usar.

Outro problema que envolve a psicologia feminina e o universo fashion é a busca pela aceitação.

Quem tem realmente uma atitude ao se vestir pouco se preocupa com a interpretação que outros terão acerca da composição. Isso é um fato. Muitas mulheres não estão preocupadas em simplesmente ser.

Elas querem mais aparecer do que demonstrar a que vieram e surpreender.

Atitude em um look envolve autoestima e aceitação, ainda que isso seja incompatível com a opinião dos outros.

Psicologia Feminina: Como Se Livrar de Bloqueios

Psicologia Feminina Não Sei Me Vestir 1 - Psicologia Feminina: Não Sei Me Vestir

Para se livrar desses bloqueios e passar a se vestir bem é importante seguir 3 passos.

Passo 1 – Não julgue o estilo

Faça uma imersão no mundo da moda. Assista vídeos de desfiles, navegue por blogues livremente, mas sem julgar. Julgar leva a criar e solidificar parâmetros psicológicos que vão te impedir de criar bons looks.

Julgar muitas vezes é dar vazão a preconceitos. Muitas mulheres dizem que jamais usariam tal peça, porque já ouviram alguma crítica negativa a respeito de tal tendência. Sendo assim exercitar o não julgamento vai te levar ao passo 2.

Passo 2 – Experimentação

Muitas mulheres deixam de experimentar tendências pelo pensamento cristalizado de que ficam bem com apenas uma cor. Outras ainda se moldam apenas ao tipo de roupa permitida em seu trabalho e ao abrir o armário se surpreendem ao saber que não possuem roupas, mas sim uniformes.

No fundo, essa mulher precisa mesmo é experimentar e isso não envolve somente peças de roupas. Essa mulher precisa alimentar sua psicologia feminina com novas experiências, ou seja, ela precisa sair mais, ir a locais diferentes, conhecer pessoas diferentes, com culturas diferentes e deixar que esse processo de experimentação se reflita também em sua maneira de se vestir.

No começo pode causar um estranhamento, pois ao se vestir com uma roupa diferente do habitual muitas vezes parece que a mulher está em uma pele que não é dela, mas deixe fluir até que se sinta bem.

Passo 3 – O olhar interno e o olhar externo

Abra seu armário, lance o primeiro olhar e escolha uma peça. Deixe seu instinto escolher, sem pensar muito. Lance mais um olhar, dessa vez mais aguçado e escolha uma peça que combine com essa primeira peça em sua opinião. Você pode fazer o mesmo processo com acessórios ou sapatos. Olhe fixamente para a combinação, feche os olhos e imagine-se com a roupa escolhida.

Veja como se sente nessa roupa. Abra os olhos e experimente a roupa e veja se o sentimento que você imaginou persiste com a roupa em seu corpo. Sente-se bem? Se a resposta for sim essa roupa que você vai usar. Caso alguém critique a sua escolha, e os maridos são especialistas nisso, diga apenas que você se sente bem com a roupa e que você usará. Seja determinada e não deixe que ninguém venha minar sua determinação.

Siga esses passos e tenha a certeza de quem algo vai mudar em seu interior, e essa mudança vai refletir na sua apresentação. Seu brilho pessoal e seu gosto vão evoluir.

Assuntos mais buscados:

  • n sei me arruma
comente!
voltar-top
Todos os Direitos
Reservados © 2016 TODA FEITA