Nutrição: saia da internet e vá ao nutricionista

Fitness

Nutrição é coisa séria. Na internet existe muita informação sobre alimentação saudável, porém, usar dietas de emagrecimento sem acompanhamento de um nutricionista pode acarretar problemas sérios para a saúde.

Os problemas ocorrem porque nem todos possuem a mesma genética. Além disso, poucas pessoas pensam em educação alimentar, poucos conhecem realmente os nutrientes de cada alimento e isso gera uma série de informações desencontradas.

A maioria das pessoas querem somente respostas prontas para perguntas como “o que devo fazer para emagrecer?”, no entanto, um bom nutricionista sabe que a pergunta certa é “como devo me alimentar para obter uma vida mais saudável?”.

Nessa rotina insana que possuímos é muito mais fácil optarmos pelo pelo caminho rápido, porém sofrido de fechar a boca, ainda que isso implique riscos à saúde e resultados efêmeros.

Contudo, o ideal é o caminho mais árduo, o da reeducação alimentar. O certo é que não há outro meio de obter resultado duradouro que envolve saúde e bom condicionamento físico.

Neste post convidamos a nutricionista Aline Dutra para dar algumas dicas para quem deseja realmente iniciar uma transformação nos hábitos alimentares e se sentir melhor consigo mesmo, por dentro e também por fora.

^058CA69D6D332FCAE9494975BE835FC538A84FAADCAC207EDE^pimgpsh fullsize distr - Nutrição: saia da internet e vá ao nutricionista

O que você precisa saber sobre alimentação saudável com um nutricionista.

Redação Toda Feita – Aline, qual o principal motivo para as pessoas buscarem o acompanhamento de um nutricionista para iniciar um trabalho de reeducação alimentar?

Aline Nutricionista – Devido ao aumento de sobrepeso e obesidade na população brasileira, vinculada a doenças crônicas não transmissíveis tais como diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia e câncer esses são os principais motivo para procura de um nutricionista, também vem crescendo a preocupação com a estética do corpo e melhorar a qualidade de vida, podendo assim aumentar a longevidade. Estes são os principais motivos.

Redação Toda Feita – Quais são os riscos de seguir dietas comumente compartilhadas na internet?

Aline Nutricionista – Dietas prontas e compartilhadas como soluções milagrosas para todas as pessoas que querem perder peso são um grande risco à saúde, por algumas razões muito simples. Não somos iguais e temos necessidades diferentes o que implica, sempre, uma orientação individualizada na qual sempre haverá consulta e avaliação das necessidades reais de cada um. A grande maioria destas dietas que se espalham como correntes na internet são restritivas o que por si só é um grande perigo, onde retirar de nossa alimentação algum nutriente importante ou exagerar em outros pode desequilibrar totalmente nosso corpo desde hormônios até carências de vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento e manutenção da saúde.

Redação Toda Feita – Qual o principal passo para quem deseja realmente emagrecer de maneira saudável?

Aline Nutricionista – O principal passo é procurar um nutricionista, profissional capacitado a avaliar, prescrever e orientar um plano alimentar adequado de acordo com as necessidades de cada indivíduo, respeitando os limites do corpo, também é essencial avaliar o quanto a pessoa está disposta a mudança e transformação, aceitar uma reeducação alimentar.

Para todos que querem mudar comportamento e hábitos alimentares, vou citar 10 dicas fundamentais para emagrecer com saúde e prazer:

1- Metas: Crie metas, avalie onde pretende chegar, veja se sua meta é atingível, para não haver frustrações futuras, elabore junto com seu nutricionista.

2- Foco: É essencial para perda de peso foque nos seus objetivos, para alcançar com sucesso.

3- Fracionamento: No decorrer do dia, fracione as refeições, assim comerá em menor quantidade.

4- Compras: Cuidado na hora de ir fazer compras, nunca vá ao supermercado com fome, a chance de comprar em excesso alimentos industrializados é bem maior. Peça orientação do seu nutricionista para ajudar a elaborar sua lista de compras, assim ficará mais fácil fazer as escolhas certas.

5- Salada: Antes das principais refeições, faça um prato caprichado de salada, coma antes e espere 5 minutos para se servir. Use um prato menor para se servir das principais refeições.

6- Água: Beba diariamente de 6 a 8 copos de água diariamente, muitas vezes achamos que estamos com fome e na verdade estamos é com sede.

7- Frutas: A porção diária de frutas é de 3 a 5 por dia, prefira as frutas como sobremesa depois das refeições, se não tiver o hábito de sobremesa, coma na hora do lanche, é uma ótima opção saudável, baixa caloria e cheia de nutrientes e fibras.

8- Evite: Alimentos industrializados, eles contêm em excesso sódio, gorduras, e açúcares, que podem comprometer a saúde e aumentar o peso rapidamente. Como por exemplo: embutidos, enlatados, frituras, refrigerantes e sucos industrializados.

9- Atividade Física: Procure um educador físico para orientar uma atividade física ou esporte de acordo com seu objetivo e gosto, fazer exercício precisa ser prazeroso para praticar regularmente.

10- Transforme: Seja você a transformação, não ponha sua responsabilidade no nutricionista, você é o mais interessado, aprenda e ponha em prática as orientações nutricionais, leve a sério as metas e focos, se comprometa, é sua saúde e corpo que estão em risco.

Redação Toda Feita – Regras como “comer a cada 3 horas” são aplicáveis a qualquer pessoa ou isso é um mito que se popularizou por meio da internet?

Aline Nutricionista – Mito, comer a cada 3 horas não se aplica a todos, cada pessoa tem sua necessidade fisiológica e rotina diária a ser respeitado.

Por exemplo, biologicamente um difere do outro, para comer é preciso sentir fome e socialmente na rotina diária podemos imaginar um médico cirurgião no horário de trabalho, em um procedimento cirúrgico com duração de 8 horas, seria impossível para ele comer a cada três horas.

A importância de observar o intervalo entre as refeições, seja de três ou quatro horas, tem relação com o cuidado para pessoas que ficam muitas horas sem ser alimentar.

Redação Toda Feita – Com exercício físico moderado e alimentação saudável (com acompanhamento profissional) uma pessoa sedentária pode voltar a plena forma física em mais ou menos quanto tempo?

Aline Nutricionista – Não é possível estabelecer prazo para que um sedentário volte a ter “boa forma física”, existe uma grande quantidade de parâmetros a serem avaliados como a idade, o peso, o gênero, biotipo, metabolismo e até mesmo qual o tipo de atividade física, intensidade e frequência com que vai praticar. Cada pessoa responde de uma forma diferente à alimentação e exercício físico, cada pessoa é única e deve ser tratada desta forma. Ainda assim podemos dizer que com uma ou duas semanas de intervenção na alimentação e atividade física, da forma adequada, já é possível sentir os resultados.

Redação Toda Feita – Em sua opinião, qual o alimento vilão que dificulta a reeducação alimentar?

Aline Nutricionista – Não existe alimento vilão, nós que somos os vilões da alimentação, todo alimento tem sua importância na pirâmide alimentar. O alimento pode se tornar um problema quando exageramos. Quero dizer que embora fritura ou doce não seja algo saudável, ainda assim de forma moderada não será um entrave ou vilão para sua reeducação alimentar. O que importa é saber como montar um prato privilegiando todos os nutrientes necessários em quantidades ideais e personalizados para cada um, segundo orientação do nutricionista.

Estamos sempre colocando a culpa no alimento, ele que engorda, ele que faz mal, ou seja, vivemos demonizando a comida, e esquecemos que quem é o vilão da saúde é você, a escolha do que comer de maneira consciente é fundamental para pratica de uma alimentação adequada, tudo pode, mas com consciência e moderação.

Redação Toda Feita – Aline, pode nos contar como funciona uma consulta a um nutricionista? Há uma avaliação física?

Aline Nutricionista – Sim, existe uma avaliação física e todo um conjunto de procedimentos para entender quem é o paciente e como orienta-lo de uma forma adequada às suas necessidades e expectativas.

Ao receber o paciente fazemos um levantamento de seu histórico familiar e pessoal com relação a questões que vão desde o tabagismo até doenças já existentes. A identificação da rotina do paciente é muito importante para identificar sua relação com alimento, trabalho, lazer e até ingestão de remédios controlados. Fazemos um inquérito alimentar para identificar os hábitos alimentares, aferimos suas medidas antropométricas (peso, altura, circunferências e dobras) para o diagnostico nutricional e então passamos a estabelecer metas e objetivos do paciente. Definimos procedimentos para sua reeducação alimentar dentro da sua realidade e então finalmente elaboramos um plano alimentar personalizado, que irá atender necessidades e objetivos.

Elaborar um plano alimentar (“cardápio”) ideal não é algo tão simples, onde o perfil cultural, sócio econômico é tão relevante quanto olhar para o paciente como um ser humano, com dores e dificuldades diretamente ligadas a forma como se alimenta ou usa o alimento como descarga emocional por exemplo.

Uma orientação nutricional não é como matemática e cálculos, estamos lidando com o humano e devemos ter este olhar integral e humanista para além de um “cardápio” conseguir entender as reais necessidades de quem nos procura para avaliação e orientação.

Redação Toda Feita – Aline, percebo o crescimento de métodos para controlar a compulsão por consumir alimentos por meio de métodos como a meditação. Você acha que isso realmente funciona?

Aline Nutricionista – Não só acho, mas tenho certeza que funciona!
Eu mesma, ensino e pratico uma técnica de meditação validada pela ciência médica, comprovada cientificamente na área da saúde. Chama-se mindfulness (Atenção Plena), a prática é diária e não ocupa mais que uns vinte minutos por dia, os resultados são comprovados em questão de algumas semanas. Esta prática alivia fatores de compulsão alimentar como estresse, ansiedade e depressão, podendo ainda de forma objetiva fazer com que a pessoa aprenda a ter mais consciência do que come e como está se alimentando.

Serviço:

Aline Dutra Nutricionista (CRN-3 47041)

Consultório
Av Ibirapuera 3.500 cj 03 Moema SP
Tel.: (11) 9 8109-9563
E-mail: alinedutranutri@gmail.com

comente!
voltar-top
Todos os Direitos
Reservados © 2016 TODA FEITA