Diferenças entre cremes diurnos e noturnos

Beleza

Muitas vezes, após uma consulta dermatológica são recomendados cremes diurnos e noturnos, certo?

Assim como nosso corpo requer alimentos diferenciados nesses períodos, a nossa pele requer cremes específicos.

Atualmente, com tantas opções no mercado, de cremes nutritivos e preventivos é natural surgir a dúvida de como usarmos.

Então, antes de você comprar os cremes, seja por conta própria, ou por recomendação médica, é importante que você saiba como é o funcionamento da sua pele.

O período da manhã é indicado para hidratação, ação antioxidante e fotoproteção.

O motivo é que durante o dia estamos mais expostos a uma maior produção de radicais livres, devido a exposição solar, poeiras e poluição.

Os cosméticos para uso diurno são mais leves e fluidos, podendo conter, ou não, filtro solar em sua composição.

Além da recomendação do uso do protetor, o uso de hidratantes e antioxidantes são indicados para o dia.

Como a pele é um órgão de proteção, o hidratante reforça essa função ao longo do dia, por exemplo.

Durante a noite, como estamos em repouso, nosso organismo está mais propício ao reparo celular.

O reparo celular facilita a regeneração e a reorganização celular. Devido a profundidade e intensidade, o indicado são cremes que contenham ativos para estimular esse processo.

Por todos esses motivos, é importante usarmos os cremes nos períodos indicados. Um ácido, por exemplo, recomendado para uso noturno, se utilizado durante o dia pode causar irritação na pele.

Você sabendo a função do produto e como sua pele funciona fica mais fácil de você acertar no uso e evitar danos.

A pele é um órgão sensível e que, infelizmente, só tem nossa atenção quando algo começa a nos incomodar, seja uma mancha, uma marca de expressão, entre outras.

A dica é que você sempre siga as orientações do seu médico e sempre dê atenção a sua pele. 😉

comente!
voltar-top
Todos os Direitos
Reservados © 2016 TODA FEITA